conspiração, nova ordem mundial, illuminatis, enigmas

Auto-estima e pressuposições


A PNL oferece maneiras poderosas de melhorar a auto-estima e manter uma auto-imagem saudável.

O que é a auto-estima? A Força-Tarefa da Califórnia para Promoção da Auto-Estima e Responsabilidade Pessoal e Social definiu a auto-estima como “a apreciação da minha própria auto-importância e tendo o carácter de ser responsável por mim mesmo e de agir com responsabilidade em relação aos outros.”

A auto-estima tem três elementos: a apreciação, a capacidade de assumir algo e a responsabilidade.

As pressuposições da PNL oferecem o fundamento para a criação de uma elevada auto-estima.





Auto-apreciação :




O primeiro elemento é a auto-apreciação, a apreciação de nossa importância e da nossa dignidade.

Aplicam-se duas pressuposições da PNL;

1. Nós já temos todos os recursos de que precisamos.

2. Não existe fracasso, existem apenas resultados.

Frequentemente, nós focalizamos somente as nossas falhas ao invés de reconhecer os nossos sucessos.

Um sintoma comum é a Síndrome do Impostor, em que nós nos sentimos inadequados ou incompetentes e receamos que alguém descubra a nossa incompetência.

Conforme as pressuposições da PNL, não há fracasso e nós já possuímos recursos internos que precisamos para alcançar o sucesso.

Com essas pressuposições, tudo se resume em descobrir a forma certa de alcançar o que queremos atingir.

Dois recursos internos importantes são a nossa capacidade de aprender e a nossa capacidade de adaptação. Com capacidade de aprender e flexibilidade nós temos capacidade para manter a auto-estima elevada.

A adaptabilidade ajuda-nos a lidar com as mudanças que não podemos controlar.

A PNL é poderosa porque focaliza no positivo. Ela focaliza o que queremos em vez do que não queremos.

Responsabilidade pessoal :

O segundo elemento da auto-estima é a responsabilidade pessoal ou capacidade de assumir algo. As pessoas que possuem auto-estima elevada assumem a responsabilidade por suas vidas e pelas situações que enfrentam.

As pessoas com auto-estima baixa tornam-se vítimas das circunstâncias.

A capacidade de assumir é um elemento crítico no fortalecimento pessoal.

O princípio da PNL que se aplica aqui é o de que, se aquilo que estamos fazendo não está funcionando, devemos fazer algo diferente.

Quando alguma coisa não funciona em nossa sociedade, nós geralmente tentamos corrigir a situação fazendo mais da mesma coisa, fazendo-o mais depressa ou com maior aplicação.

Quando na verdade, o que precisamos é fazer algo diferente.

A PNL começa com a pressuposição de que a mudança é possível e pode ocorrer rapidamente.

Se não gostamos da situação em que estamos, temos a responsabilidade de fazer algo para mudar essa situação.

A maneira mais fácil para mudar a nossa situação é mudar a nós mesmos.

A PNL proporciona-nos a forma de fazer isso.

Agir com responsabilidade em relação aos outros:

O terceiro elemento da auto-estima é agir com responsabilidade em relação aos outros.

Este é um elemento muito importante porque é ele que distingue a auto-estima do egocentrismo.

As pessoas que possuem auto-estima elevada tratam as outras com respeito e dignidade.

As pessoas com baixa auto-estima frequentemente tratam mal as outras.

Quando nós temos uma auto-estima elevada, não necessitamos colocar os outros para baixo a fim de nos sentirmos importantes.

Um princípio básico é compreender as intenções positivas da outra pessoa.

A pressuposição é que existe uma intenção positiva atrás de nosso comportamento.

Isso não significa que o resultado desse comportamento seja positivo.

Significa que nós temos a intenção de fazer com que nossas acções consigam algo que consideramos como um benefício positivo.

Embora possamos não gostar daquilo que a outra pessoa faz, nós podemos apreciar a sua intenção positiva. Esta simples pressuposição tem o poder de transformar os relacionamentos.

A suposição de intenções positivas permite-nos separar a pessoa do seu comportamento – podemos aprovar a pessoa embora desaprovemos o seu comportamento.

Modelando o sucesso

A PNL também pressupõe que nós podemos aprender modelando as pessoas bem sucedidas. Fazendo o que fazem as pessoas bem sucedidas, nós também alcançaremos o sucesso.

Primeiro, nós modelamos o comportamento que queremos ter.

Depois, nós dividimos um comportamento complexo em pequenas partes, a fim de aprendermos como aplicar esse comportamento.

Isso permite-nos dividir a auto-estima em componentes e comportamentos específicos que podem ser aprendidos e executados.

O facto de dividir em pequenas partes dá-nos a opção de melhorar a nossa auto-estima por meio de um programa passo-a-passo.

O poder dessa divisão em pequenas partes para mudar o nosso comportamento e nossas vidas é imenso.

Fonte:

http://www.golfinho.com.br

Faça AQUI download do ebook « Como ultrapassar a Timidez »


Os comentários estão fechados.