conspiração, nova ordem mundial, illuminatis, enigmas

Portugal quase a falir…

Simon Johnson, antigo economista chefe do FMI, considera que Portugal, tal como a Grécia, “corre risco de falência económica” e é hoje um país mais arriscado que a Argentina de 2001.

“O próximo no radar é Portugal. Este país só não está no centro das atenções porque a Grécia caiu numa espiral descendente. Mas estão ambos perto de falência económica e parecem hoje bem mais arriscados do que a Argentina quando entrou em incumprimento, em 2001”, lê-se num artigo assinado em conjunto por Simon Johnson, antigo economista chefe do FMI, e Peter Boone, do ‘Center for Economic Performance’ do London School of Economics.

Ler o resto AQUI.

Os comentários estão fechados.